Aline Pru Pru treinando no Projeto Falcão de Atletismo

Campeã cearense supera dificuldades para chegar à elite do atletismo

Aline Prudêncio nasceu e cresceu no bairro da Sapiranga, um dos mais violentos de Fortaleza. Ela é um dos principais nomes do esporte no Ceará e tem presença garantida no Circuito Cross Urbano CAIXA Fortaleza, dia 6 de outubro, na Arena Castelão

Aline Pru Pru treinando no Projeto Falcão de Atletismo

Aline Pru Pru treinando no Projeto Falcão de Atletismo

Primeira cearense a conquistar a Meia Maratona Internacional de Fortaleza e o principal nome do atletismo local, Aline Prudêncio, ou Aline Pru Pru como é conhecida entre os atletas, tem presença assegurada na etapa de Fortaleza do Circuito Cross Urbano CAIXA que será disputada no próximo dia 6 de outubro, na Arena Castelão. Vivendo um dos seus melhores momentos na carreira, a corredora, torcedora do Fortaleza e fã de carteirinha do cantor Wesley Safadão, tem uma história pessoal de dificuldades e superação. Mas para 2018, correr o Circuito Urbano era uma das suas grandes metas. “É uma corrida diferente, com obstáculos que não se encontra nas ruas e isso tudo é um desafio a mais para a gente. E o bacana é o fato da gente correr em um estádio de futebol como o Castelão” afirmou.

Para chegar a essa boa fase, Aline já teve que treinar até debaixo de tiroteio no bairro onde mora. Ela começou a correr há 11 anos, integrando o Projeto Falcão de Atletismo, na Lagoa Redonda. Até então seu esporte preferido era o futebol. Incentivada por dois primos ela começou a participar dos treinos, gostou e logo na primeira competição, nos Jogos Escolares, acabou vencendo os 800 metros rasos. Tinha na época 15 anos.”Eu era meio rebelde, coisa de adolescente, de filha mais nova. E a prática do esporte começou a me disciplinar, a obedecer a planilhas e treinos. Neste ponto, o professor Osvaldo (falcão) – treinador da atleta – teve participação fundamental” lembrou.

“Nossa preocupação principal é também formar o cidadão. O esporte tem essa chance de fazer pelos meninos e meninas o que muitas vezes parece impossível para a sociedade” disse o treinador. O projeto Falcão existe há mais de 20 anos e trabalha com jovens e adolescentes sem qualquer custo para as famílias.

Ela nasceu e cresceu sempre no bairro da Sapiranga. Nem mesmo a violência na local impediu que ela treinasse pelas ruas próximas. Pela manhã cedo ou no fim da tarde, ela pode ser vista correndo nas vias principais até o Parque do Cocó, na Lagoa do Colosso, ou mesmo no campo onde funciona o projeto Falcão. Essa paz toda foi abalada durante um treino quando todos do projeto se viram no meio de tiroteio entre gangues rivais de ruas próximas. “Estávamos correndo e ouvindo os tiros ao longe. Até que começaram a chegar próximo e todos se abaixaram para não levar uma bala perdida” conta, hoje, rindo do fato.

Quarta filha do casal Arlindo e Antônia, ele pedreiro e ela empregada doméstica, Aline conta que nunca faltou nada para praticar o esporte. “Sempre me deram tudo e tem gente que me apoiou, mas em 2016, por exemplo, estava sem grana para passar o réveillon e aí tinha uma corrida com prêmio em dinheiro. Fui lá, ganhei e pude passar o ano novo com R$ 150 no bolso” contou ela. Os prêmios, porém, não foram suficientes para que conjugasse os treinos com a faculdade de Educação Física que estava fazendo. Por falta de dinheiro e tempo para as aulas, ela teve que trancar a faculdade e optar em dedicação exclusiva ao atletismo. Abandonou ainda o trabalho de babá que fazia e que lhe garantia alguns trocados.

Hoje, Aline treina todos os dias cerca de 20km. Dez pela manhã, dez a tarde. Ainda tem musculação, pilates e treinos específicos. Respira 24 horas atletismo. E olha que não conta com qualquer patrocínio, a não ser apoios eventuais. Ela vive dos prêmios que conquista nas provas. E já consegue ajudar em casa, inclusive no mercadinho que a mãe montou em casa. Aline é hoje a principal força do Ceará nas corridas de rua. Além da Meia Maratona, conquistada no último dia 9, ela venceu a Corrida da Unifor, e obteve pódio na Corrida da Caixa, na Pague Menos, na Uniforça e em outras corridas de menor porte. Ela encerra o ano de corridas agora no Cross Urbano Caixa, dia 6 de outubro. Para 2019 seu sonho é tirar a habilitação e finalmente comprar seu automóvel. Nas pistas, pretende disputar – e pegar pódio – na Corrida Tribuna de Santos e na Meia Maratona Internacional do Rio de Janeiro. Novembro será de férias para Aline.

Últimas vagas
Essa será a terceira edição consecutiva do Cross Urbano Caixa Fortaleza e a previsão é que 1.800 pessoas participem da prova, número recorde para a etapa cearense. A prova será noturna, com largada em ondas, de acordo com a faixa etária, a partir das 19 horas. As inscrições prosseguem até dia 30 de setembro pelos sites www.ativo.com.br e www.crossurbanocaixa.com.br. Restam poucas vagas ainda.

O kit de participação é composto de número de peito, camisa manga longa Premium, sacola em tecido PET com botão de pressão. Quem completar o percurso ganha a medalha de participação, frutas premium e suco. A retirada dos kits será na Loja Centauro do Shopping Iguatemi, dias 5 e 6 de outubro. A temporada 2018 do Cross Urbano CAIXA começou no Estádio Nacional Mané Garrincha, em Brasília (DF), no dia 14 de abril. Depois seguiu para o estádio Mineirão, dia 16 de junho. Após a disputa em Fortaleza (CE), o circuito segue para a Arena Pernambuco, no Recife, com prova marcada para dia 13 de novembro.

Horário das largadas
19hs – 55 a 59 anos, 60 a 64 anos e acima de 65 anos (masculino e feminino)
19h15 – 50 a 54 anos (masculino e feminino)
19h25 – 45 a 49 anos (masculino e feminino)
19h35 – 40 a 44 anos (masculino e feminino)
19h45 – 35 a 39 anos (masculino e feminino)
19h55 – 30 a 34 anos (masculino e feminino)
20h05 – 16 a 24 anos e 25 a 29 anos (masculino e feminino)
20h55 – Premiação

Conceito
A corrida conceito Cross Urbano Caixa 6k propõe o uso do estádio através de uma outra atividade multidisciplinar otimizando assim a utilização da arena dentro conceito de multiuso esportivo. Conhecida junto aos corredores participantes como a “corrida dos estádios” a corrida inovadora promete um grande ineditismo numa prova noturna e desafiadora.  A chegada da corrida culmina com uma volta olímpica no gramado aonde espectadores, família e amigos poderão assistir gratuitamente na arquibancada inferior

O Cross Urbano CAIXA, etapa Fortaleza é uma realização da Oprea Marketing com patrocínio máster da CAIXA e apoio da Naturágua, Magna Praia Hotel, suco Nossa Fruta, Itaueira, Estação Leme, 3corações, Centauro e Portal do Corredor. Mais informações em www.crossurbanocaixa.com.br ou pelo facebook @Crossurbano

Serviço
Cross Urbano Caixa Fortaleza
Data: 6.10.2016
Local: Castelão, a partir das 19 horas
Inscrições: www.ativo.com.br/www.crossurbanocaixa.com.br
Taxas: R$ 83,50 ( R$ 125,00 no dia da entrega dos kits)

Entrega de kits CE:
Lojas CENTAURO
Shopping Iguatemi
Dia 5/10 das 12h às 21h30 (sexta-feira) e dia 6/10 (sábado) das 10h às 15h.

Assessoria de imprensa
Jornalista responsável: Paulo Rogério Silveira
Telefone: (85) 99913.3203
Email: paulorogerio42@gmail.com ou corridaderuanoceara@gmail.com

Comentários

comentários

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *